What help us to know ourselves, what things are not helping factors, and how we can analyse ourselves from the outgoing faculties and intellect is a practical subject. This is truly called spirituality.
Sant Kirpal Singh

Excerto da palestra dada por Sant Kirpal Singh "Man! Know thyself"
(Ei, você! Conhece-te a ti mesmo)

 

Sant Kirpal Singh

Desde o começo da criação, quando a primeira faísca do auto-despertar ocorreu ao homem, sua atenção esteve mais e mais preocupada com o problema de sua própria existência mundana e com a investigação da causa e fonte de toda a criação. Por muito tempo, ele investigou e questionou em vão, mas agora, finalmente, sua crescente sede de conhecimento o está levando a estudar os resultados alcançados por outros no campo.

Sábios antigos e modernos perguntaram: "O que é isso, o conhecimento que faz todo o resto conhecido?" e no mesmo fôlego respondeu: "Conhecimento do eu superior - o homem verdadeiro". Assim, o conhecimento supremo é o que lida, tanto na teoria quanto na prática, com a verdadeira natureza do homem e sua relação com Deus. É, de fato, uma ciência natural sem hipóteses, que não é sujeita a mudanças e nem a tempo. Na antiga Índia, chamava-se "Para-Vidya" (ciência da verdade realizada ou ciência do além) e diferentes denominações surgiram para interpretar esse conhecimento. O termo 'Apra-Vidya', que significa preparação para o conhecimento de 'Para-Vidya', foi então apresentado. Esta preparação consiste no seguimento de uma vida ética e moral, e a prática de concentração ou meditação (de muitas maneiras), ambas sendo indispensáveis para o desenvolvimento espiritual.

O homem está constantemente mudando ou introduzindo novos nomes e terminologias para descrever essa ciência. Os Mestres foram chamados de Santos, e a natureza do conhecimento de Mat, dando-nos o termo 'Sant-Mat', que atualmente é usado principalmente para nomear o caminho dos Mestres. Outros termos, como o Shabd Yoga, o Surat Shabd Yoga, o Sehaj Yoga, também são usados para descrever a mesma ciência. Na língua sânscrita, a palavra "Sant" significa Mestre da mais alta ordem, e "Mat" é uma opinião confirmada ou declaração feita por um adepto após a experiência pessoal. A base dessa ciência, portanto, é o resultado de um estudo crítico, investigação minuciosa e a verificação pessoal dos fatos baseada na experiência prática do “eu” no homem. Essa experiência do “eu” é algo que um Mestre competente está preparado para dar a cada indivíduo que se aproxima dele. Sant Mat, portanto, é o ensinamento, sistema e caminho dos santos.

Os Mestres não atribuem importância a nomes, designações ou ao fato de que muitas seitas, grupos e círculos religiosos reivindicaram essa ciência como sua e a nomearam de acordo com seus líderes ou fundadores. Eles olham para esses grupos como escolas onde o homem - o ser mais nobre da criação - pode estudar com outros homens, como filhos de um e do mesmo pai todo-poderoso. Um Mestre (também chamado de Sant Satguru), tem domínio completo tanto da teoria quanto da prática, e é competente para transmitir conhecimento e experiência a todos os buscadores sinceros da verdade, sem qualquer distinção de cor, casta ou credo. Qualquer homem ou mulher, seja ele rico ou pobre, jovem ou velho, sábio ou pecador, instruído ou não, capaz de compreender a teoria da Ciência, tem o direito de adquirir esse conhecimento.

As seguintes palestras são sugeridas como uma introdução aos ensinamentos de Sant Kirpal Singh:
Espiritualidade – O que é?
No new faith, mind that
The inner and outer man
 

Topo

We use cookies on our website. Some of them are essential for the operation of the site, while others help us to improve this site and the user experience (tracking cookies). You can decide for yourself whether you want to allow cookies or not. Please note that if you reject them, you may not be able to use all the functionalities of the site.